Artistas se manifestam contra e a favor de Bolsonaro no dia 7 de setembro

·3 minuto de leitura
Famosos se manifestam pelas redes sociais
Famosos se manifestam pelas redes sociais

Artistas têm usado as redes sociais para se posicionar sobre os atos que acontecem neste 7 de setembro. Apoiadores do presidente da República ocupam as ruas de várias cidades do país com pedidos antidemocráticos e discursos contra o STF e o Congresso.

Enquanto a maior parte dos artistas firma posição contra as manifestações, alguns convocam seguidores para os protestos. A seguir, veja o posicionamento de alguns nomes famosos.

Leia também:

Artistas contra e pró-Bolsonaro

Vera Holtz

Numa das intervenções artísticas promovida em suas redes sociais, a atriz Vera Holtz cria o mapa do Brasil com grãos de feijão. A imagem foi muito compartilhada por colegas, justamente por estabelecer uma ironia com uma fala recente de Jair Bolsonaro (sem partido), que chamou de "idiota" quem diz que precisa comprar feijão, em discurso que valorizou a aquisição de fuzis. 

Samantha Schmütz

A atriz Samantha Schmütz, crítica do presidente Bolsonaro, criticou o ato em Brasília no Twitter, expondo a contradição da defesa simultânea de "liberdade" e "intervenção militar", como sustentam os cartazes nos atos. 

Gabriel Leone

O ator Gabriel Leone relembrou uma foto clássica da ditatura militar com o verso "amanhã vai ser outro dia", da música "Apesar de você", de Chico Buarque, e pediu pelo impeachment de Bolsonaro. 

Milton Nascimento

O cantor Milton Nascimento também revisitou os anos de chumbo para publicar a letra de uma canção de 1971: "Eles não falam do mar e dos peixes/ Nem deixam ver a moça, pura canção/ Nem ver nascer a flor, nem ver nascer o sol/ E eu apenas sou um a mais, um a mais/ A falar dessa dor, a nossa dor…", escreveu Milton, reproduzindo parte da letra de "Milagre dos peixes". Em outro post, ele aparece cantando "Cálice", hino de resistência contra o regime militar. 

Cissa Guimarães

Cissa Guimarães compartilhou uma foto em que critica o preço da gasolina, que custa R$ 7, em uma faixa do dia 7 de setembro. "Salve a democracia", comentou a atriz. 

Regina Duarte

A atriz Regina Duarte, ex-secretária de Cultura do governo Bolsonaro, publicou a foto de uma flor amarela e desejou aos seguidores "feliz dia da independência". Em seguida, escreveu um longo texto em que celebra o fato de que "vamos passar o dia todo comemorando um novo renascer, uma nova consciência do povo". 

Bruno Gagliasso

Bruno Gagliasso questionou os atos em Brasília. "Como será que os Coronéis se sentem vendo esse monte de caminhão 0Km nas mãos dos apoiadores do minto, enquanto pilotam aqueles blocos de tétano ambulantes? Fica o questionamento", escreveu o ator. 

Marcelo Serrado

Marcelo Serrado, que se arrepende de ter apoiado o ex-juiz Sergio Moro nas manifestações em 2016, publicou imagens contra o presidente Jair Bolsonaro. 

Sérgio Reis

Sérgio Reis, que tem sido investigado por incentivar atos antidemocráticos, compartilhou fotos de apoio a ele durante as manifestações. Em uma delas, crianças aparecem carregando uma placa com os dizeres"Sérgio Reis, obrigado por lutar por nós". 

Taís Araújo

A atriz Taís Araújo compartilhou um texto da professora Debora Diniz, alegando que "quando as palavras me faltam, recorro a quem as tem". O texto questiona, com contundência, os atos antidemocráticos: "É gente má. Sei que o vocabulário é quase infantil. Mas há gente má. É toda aquela que não acredita na democracia, que não protege os direitos humanos, que é autoritária". 

Fábio Porchat

Fábio Porchat criticou apoiadores do presidente Bolsonaro. O ator e apresentador escreveu: "Se você ainda apoia o presidente Bolsonaro em 2021 ou você é ignorante ou mau caráter ou os dois. Não há outra possibilidade". 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos