As 5 cidades mais caras do mundo para se viver em 2021

·3 min de leitura
A capital israelense ocupa a posição de cidade mais cara para se viver no mundo pela primeira vez. Getty Images
A capital israelense ocupa a posição de cidade mais cara para se viver no mundo pela primeira vez. Getty Images

A revista britânica The Economist publicou o estudo Worldwide Cost of Living 2021 (O Custo de Vida Mundial em tradução livre) onde foi elaborado um ranking com as cidades mais caras para se viver em 2021. Para chegar a essa conclusão, a pesquisa comparou os custos em dólares americanos com mais de 400 preços individuais de cerca de 200 serviços e produtos divididos por categorias como: bebida, comida, itens de higiene pessoal, transporte, roupas, contas de serviços públicos, mensalidades de escolas particulares, entre outros. Os dados foram analisados em 173 cidades espalhadas pelo mundo.

Segundo o estudo, houve um aumento geral no custo de vida global. Os preços de bens e serviços analisados pelo levantamento aumentaram 3,5% em relação ao ano passado. Em 2020, o aumento foi de 1,9% em comparação a 2019. Entre as categorias analisadas, transporte teve os maiores índices de aumento, com pontuações subindo em média 3,8 pontos. O custo médio de um litro da gasolina foi o componente da categoria que apresentou aumento mais expressivo: 21% na média.

Ainda de acordo com a publicação, os aumentos ocorreram devido a variação na demanda do consumidor diante da pandemia e à flutuação da confiança do investidor, o que impactou diretamente as moedas ao redor do mundo.

Veja a seguir as 5 cidades mais caras do mundo para se viver em 2021, segundo a Economist Intelligence Unit (EIU):

  1. Tel Aviv - Israel

  2. Paris - França

  3. Cingapura - Cingapura

  4. Zurique - Suíça

  5. Hong Kong - China

  6. Nova York - EUA

Tel Aviv - Israel

A capital israelense ocupa a posição de cidade mais cara para se viver no mundo pela primeira vez. No ranking do ano passado, Tel Aviv ocupava o quinto lugar. O estudo demonstra que a subida de Tel Aviv para a primeira posição reflete principalmente a alta da moeda, o aumento dos preços dos produtos alimentares, das bebidas alcoólicas e dos transportes.

Paris - França

No último ranking, a cidade luz ocupava o primeiro lugar como a cidade mais cara para se viver no mundo até ser desbancada esse ano por Tel Aviv. Ainda assim, o custo de vida na capital francesa é um dos mais altos do mundo. Uma família de 4 pessoas gasta em média Є 3.498, o que na cotação atual é aproximadamente R$ 22 mil por mês.

Cingapura - Cingapura

Cingapura é um conhecido centro financeiro global e ocupa o segundo lugar de cidade mais cara para se viver em 2021 empatada com Paris.

Zurique - Suíça

Zurich is the largest city of Switzerland. In winter season attracts people from all over the world as transforms itself into an enchanting winter wonderland filled with Christmas markets, lights and music – a perfect time to experience the most magical side of Zurich.
Zurich is the largest city of Switzerland. In winter season attracts people from all over the world as transforms itself into an enchanting winter wonderland filled with Christmas markets, lights and music – a perfect time to experience the most magical side of Zurich.

No ranking de 2020, Zurique ocupou junto com Paris e Hong Kong o primeiro lugar e no estudo atual ficou em terceiro lugar. Para se ter uma ideia, o custo de vida na cidade é 158,81% mais caro do que o custo para se viver em São Paulo.

Hong Kong - China

Hong Kong desceu três posições em relação ao ranking de 2020 onde ocupava o primeiro lugar. Getty Images
Hong Kong desceu três posições em relação ao ranking de 2020 onde ocupava o primeiro lugar. Getty Images

O território autônomo localizado no sudeste da China é a quarta cidade mais cara do mundo. Hong Kong desceu três posições em relação ao ranking de 2020 onde ocupava o primeiro lugar.

Nova York - EUA

A quinta cidade mais cara para se viver é Nova York. O custo de vida por lá pode girar em torno de 1.460 a 1600 dólares por mês, ou seja, 8.215 a 9.003 na cotação atual.

Com informações de InfoMoney.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos