As 6 obras de artes mais caras do mundo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·4 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O universo das obras de arte pode ser considerado quase uma realidade paralela quando se trata dos valores investidos em algumas pinturas. É comum que o preço de uma obra consagrada seja muitas vezes composto por 9 dígitos. Isso pode ser atribuído ao artista responsável pela criação, além da importância histórica e cultural da obra.

Os fatores considerados também que podem encarecer e transformar obras de arte em cifras milionárias são a relevância que esse artista teve no período artístico ao qual pertenceu, a raridade de obter um original de um artista consagrado ou o quão disruptiva e transformadora é a obra de arte.

Veja abaixo quais são as 6 obras de arte mais valiosas do mundo:

  1. Da Vinci of Debt - projeto da cervejaria Anheuser-Busch

  2. Salvator Mundi - Leonardo da Vinci

  3. Interchange - Willem de Kooning

  4. Nafea Faa Ipoipo (Quando você vai se casar?) - Paul Gauguin

  5. Os Jogadores de Cartas - Paul Cézanne

  6. Number 17A - Jackson Pollock

Da Vinci of Debt - projeto da cervejaria Anheuser-Busch

Da Vinci of Debt - projeto da cervejaria Anheuser-Busch.
Da Vinci of Debt - projeto da cervejaria Anheuser-Busch.

Embora leve no nome a menção a Leonardo da Vinci, a obra de arte mais cara da história não é de nenhum pintor famoso e consagrado. Usando 2.600 diplomas universitários na sua composição, Da Vinci of Debt (Da Vinci das dívidas em tradução direta do inglês) é uma instalação que critica o sistema educacional de ensino superior norte americano e seu alto custo que condiciona diversos estudantes ao endividamento. A instalação está localizada na Grand Central Station em Nova York e é um projeto da cervejaria Anheuser-Busch. A cervejaria tem um programa de ajuda de custo para estudantes endividados.

O valor da obra está avaliado em US$ 470 milhões (R$ 2,5 bilhões na cotação atual).

Salvator Mundi - Leonardo da Vinci

Salvator Mundi - Leonardo da Vinci
Salvator Mundi - Leonardo da Vinci

Até 2017, quando foi leiloada para um comprador ainda desconhecido, Salvator Mundi de Leonardo da Vinci, era a obra de arte mais cara do mundo. A obra é também chamada de “Último Da Vinci” por ter sido a última obra descoberta sob autoria do mítico artista. Após uma restauração feita pela Universidade de Nova York, a obra foi atribuída a Leonardo da Vinci, embora para alguns o tema ainda seja discutível. Se é um legítimo Da Vinci ou não pode ser tema de debate, mas o que salta aos olhos é seu valor: a obra foi arrematada por US$ 450,3 milhões (R$ 2,4 bilhões).

Interchange - Willem de Kooning

Interchange - Willem de Kooning
Interchange - Willem de Kooning

A obra do pintor neerlandês Willem de Kooning é considerada seminal para o expressionismo abstrato. Foi comprada pelo gestor e criador do fundo de investimento Citadel, Kenneth Griffin. A pintura foi adquirida em conjunto com a obra Number 17A de Pollock, no que é considerada uma das grandes transações do mercado das artes, já que as duas obras custaram US$ 500 milhões. Individualmente, Interchange foi vendida por US$ 300 milhões (R$ 1,6 bilhão).

Nafea Faa Ipoipo (Quando você vai se casar?) - Paul Gauguin

Nafea Faa Ipoipo (Quando você vai se casar?) - Paul Gauguin
Nafea Faa Ipoipo (Quando você vai se casar?) - Paul Gauguin

Em 2014, também foi vendida no valor de US$ 300 milhões (R$ 1,6 bilhões), a obra Nafea Faa Ipoipo (Quando você vai se casar?) do pintor francês Paul Gauguin. O quadro foi pintado em 1892 e pertencia ao colecionador suíco Rudolf Staechelin, que optou por não revelar quem foi o comprador da obra. Durante anos a obra ficou emprestada ao museu Kuntsmuseum Basel, localizado na cidade Basileia na Suíça, mas após desentendimento com a instituição, o colecionador decidiu por vender a pintura.

Os Jogadores de Cartas - Paul Cézanne

Os Jogadores de Cartas - Paul Cézanne
Os Jogadores de Cartas - Paul Cézanne

A obra do pintor francês Paul Cézanne representa dois camponeses franceses em uma partida de um jogo de cartas. Paul Cézanne foi um importante artista pós-impressionista do final do século XIX, e é autor de obras inovadoras para o período artístico em que fez parte. Os Jogadores de Cartas foi vendido em 2011 para uma família real do Catar por US$ 250 milhões (R$ 1,3 bilhão).

Number 17A - Jackson Pollock

Image property of the Albright-Knox Art Gallery, Buffalo, NY.
Image property of the Albright-Knox Art Gallery, Buffalo, NY.

A pintura expressionista abstrata está emprestada ao Art Institute of Chicago pelo seu mecenas e comprador Kenneth Griffin. O gestor de fundos e investimentos, adquiriu a obra junto com a pintura Interchange de Willem de Kooning. Number 17A de Pollock foi vendida por US$ 200 milhões (1,07 bilhão).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos