As 7 melhores cidades do mundo para ser um estudante

·3 min de leitura
A partir de uma avaliação de 115 cidades globais, 7 se destacam como as melhores para ser estudante de graduação e pós graduação. Getty Images.
A partir de uma avaliação de 115 cidades globais, 7 se destacam como as melhores para ser estudante de graduação e pós graduação. Getty Images.

Todo ano a empresa britânica Quacquarelli Symonds, especializada na análise de instituições de ensino superior, divulga o ranking QS Best Student Cities 2022 onde é listado as melhores cidades para estudar no mundo. A pesquisa é feita com mais de 80 mil estudantes que se graduaram no exterior e considera fatores como custo de vida, oportunidades de empregos durante e após a conclusão dos estudos, segurança, inclusão, diversidade, acolhimento dos locais, acessibilidade, entre outros.

A partir de uma avaliação de 115 cidades globais, 7 se destacam como as melhores para ser estudante de graduação e pós graduação, de acordo com o ranking. Confira a seguir:

  1. Londres

  2. Munique

  3. Seul

  4. Tóquio

  5. Berlim

  6. Melbourne

  7. Zurique

Londres

A capital inglesa ocupa o primeiro lugar no ranking das melhores cidades para estudantes internacionais. Londres abriga diversas universidades importantes, incluindo UCL (University College London), King’s College London e Imperial College London. A cidade é escolhida como favorita há anos e se destaca por ser uma capital econômica, cultural e acadêmica. No entanto, para os estudantes, Londres pode ter um custo de vida muito alto, em especial o valor dos aluguéis.

Munique

Munique possui um custo de vida mais baixo em comparação com os principais centros europeus, o que explica o segundo lugar no ranking. A cidade também oferece boa empregabilidade para os estudantes, facilidade de locomoção e vida noturna animada. Além disso, a maioria das universidades locais não cobram nenhuma taxa de matrícula dos alunos, independente da nacionalidade.

Seul

Seul subiu sete posições em relação ao último ranking, se tornando a terceira melhor cidade do mundo para estudar. A capital da Coréia do Sul pontua bem e diversos indicadores, incluindo ter boas oportunidades de emprego para os estudantes, o que reflete a boa reputação - nacional e internacional - das universidades de Seul.

No total, 21 universidades de Seul fazem parte de outro ranking elaborado pela Quacquarelli Symonds, o QS World University Rankings que seleciona as melhores universidades do mundo.

Tóquio

Empatado no terceiro lugar com Seul, a gigantesca e cosmopolita Tóquio oferece um dos maiores e mais diversos centros urbanos do mundo. A capital japonesa é ideal para estudantes que querem mergulhar na cultura local e sair da “bolha estudantil”. A cidade apresenta bons indicadores de empregabilidade e conveniência, que leva em consideração tanto a qualidade de vida quanto às demandas dos estudantes internacionais.

Berlim

A maior cidade da Alemanha é multicultural, histórica e com uma vida noturna bem agitada. Berlim ocupa o quinto lugar no ranking por apresentar bons indicadores no quesito oportunidade de emprego para os estudantes após a conclusão da graduação, além de ter uma forte economia e ser aberta a mão de obra estrangeira qualificada.

Melbourne

Melbourne, na Austrália, é conhecida como a capital cultural do país. A cidade tem uma comunidade de estudantes considerada a mais diversa do mundo, sendo portanto muito aberta a graduandos de diversos países. Além disso, há excelentes universidades que compõem o QS World University Rankings como a Universidade de Melbourne.

Zurique

Em sétimo lugar está Zurique, o centro financeiro internacional localizado na Suíça. Apesar do alto custo para se viver, a cidade apresenta bons indicadores como excelente qualidade de vida e universidades bem classificadas dentre as melhores do mundo, como a Universidade de Zurique e o Instituto Federal de Tecnologia de Zurique, atualmente considerada a melhor universidade da Europa continental.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos