A ascensão do Moment Marketing: por que apostar nessa tecnologia em 2020?

Colaborador externo

* Por Cesar Sponchiado

Você já ouviu falar em moment marketing? É uma inovadora estratégia publicitária, que vem ganhando destaque e promete ser uma das principais ferramentas para o setor em 2020, por potencializar o impacto que eventos do dia a dia geram no mundo online. Com a evolução constante do marketing digital, o moment marketing conquista cada vez mais espaço, por basear-se em novas tecnologias para alcançar mais diretamente e em tempo real os públicos-alvo desejados. 

A partir do monitoramento de vários eventos do cotidiano como conteúdos de TV/Rádio, mercado financeiro, condições de trânsito, eventos esportivos e climáticos são disparados gatilhos para ativar campanhas quando surgem momentos relevantes. Por exemplo, um gol no futebol, um home run no baseball, uma variação brusca de uma moeda ou até um assunto falado na TV, podem ser usados como estímulos para acionar anúncios no ambiente online. 

Usando dessas situações, o moment marketing é uma estratégia que consegue otimizar em até 370% as campanhas, com uma média de 80%. E ainda, uma vez executada a primeira ação, as marcas podem gerar novos insights por meio da aplicação de técnicas de Machine Learning e Inteligência Artificial. Todo o big data produzido pode ser usado para mensurar os resultados alcançados, gerando conteúdo para otimizar ainda mais as novas campanhas.

No mundo de hoje, com a quantidade de inovações na publicidade e a velocidade com que trocamos informações já não é suficiente executar campanhas padronizadas que permaneçam estáticas. As ações precisam levar em consideração mais do que isso e os anúncios podem ser relevantes para os consumidores quando alinhados com esses eventos impactantes do cotidiano. 

Outro aspecto que está fazendo com que a ferramenta ganhe ainda mais relevância é a predisposição à utilização reduzida de dados para criar peças publicitárias, priorizando a Inteligência Artificial (IA). Por causa da tão comentada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), com previsão de entrar em vigor no Brasil em 2020, empresas estão se adaptando para não sofreram sanções relacionadas ao uso de informações de clientes e parceiros. 

O click da mudança

Durante os jogos da Copa Ouro CONCACAF 2019, no Panamá, o moment marketing teve uma excelente vitrine para demonstrar alguns cases de sucesso. Um exemplo foi a parceria entre Coca-Cola e Domino’s para divulgar o lançamento da versão sem açúcar da bebida no país da América Central e promover combos com códigos promocionais. A ação sincronizou o conteúdo exibido TV em tempo real com push notifications e anúncios out of home ativados em momentos como inícios das partidas, gols e intervalos, gerando conversões de vendas de 44% via televisão, 44% digital e os 12% restantes em out of home.

Em uma época em que o mundo está ligado a todos os tipos de tela é importante considerar que quanto mais uma marca se aproxima de seu público, mais lembrada ela se torna. E os anúncios relevantes, nesse âmbito, não são apenas os que cativam melhor, mas, também, os que convertem de maneira mais rápida. Assim, muitas equipes de marketing estão se reinventando e é esperado que campanhas nesse estilo sejam mais frequentes daqui em diante.

Como a influência do mundo offline e da TV é alta na geração de conteúdo online, vamos ter um  crescimento exponencial do uso de moment marketing ao longo dos próximos anos em todo o mundo. E o Brasil, onde a TV continua como o principal meio, as campanhas ganharão ainda mais fôlego. 2019 foi o ano em que algumas grandes marcas perceberam o valor do moment marketing e, 2020 será de expansão e consolidação desse processo. Quem não colocar o off e on para dialogar estará perdendo uma oportunidade-chave de desenvolver a comunicação em outro patamar.   

*Cesar Sponchiado é fundador e CEO da TunAd, empresa de tecnologia, especializada em Big Data e que oferece soluções de Pesquisa e Planejamento, Ativação Digital e Analytics na área de mídia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: