Assassinato mais 'desumano'

Hatice Cengiz, a noiva do jornalista Jamal Khashoggi, assassinado há pouco mais de ano dentro do consulado na Turquia, denunciou, nesta terça-feira, a 'passividade internacional' perante a Arábia Saudita, 14 meses depois do crime.