Assembleia-Geral da ONU: É falso que o grupo coreano BTS declarou apoio a Bolsonaro

Grupo coreano BTS durante a 73ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova York, em 24 de setembro de 2018. As imagens desse evento estão sendo usadas para divulgar a informação mentirosa de que o grupo BTS manifestou apoio ao presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Reuters / Caitlin Ochs)
Grupo coreano BTS durante a 73ª Assembleia-Geral da ONU, em Nova York, em 24 de setembro de 2018. As imagens desse evento estão sendo usadas para divulgar a informação mentirosa de que o grupo BTS manifestou apoio ao presidente Jair Bolsonaro. (Foto: Reuters / Caitlin Ochs)
  • Publicações nas redes sociais espalham que o grupo coreano BTS teria declarado apoio a Jair Bolsonaro durante Assembleia-Geral da ONU

  • Os posts replicam a imagem de uma suposta reportagem da GloboNews sobre a 73ª edição do evento

  • Mas a informação é falsa e a foto é uma montagem

Publicações divulgam uma captura de tela de uma suposta reportagem da Globo News noticiando que a banda coreana BTS teria declarado apoio ao presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL). Segundo a suposta notícia, os cantores de K-pop teriam feito a manifestação durante a 73ª Assembleia-Geral da ONU, que ocorreu em 2018.

A informação, contudo, é falsa. Além disso, a captura de tela da GloboNews que circula se trata de uma montagem.

Captura de tela de uma publicação que alega que a banda coreana BTS teria declarado apoio a Jair Bolsonaro durante a Assembleia-Geral da ONU (Foto: Twitter / Reprodução)
Captura de tela de uma publicação que alega que a banda coreana BTS teria declarado apoio a Jair Bolsonaro durante a Assembleia-Geral da ONU (Foto: Twitter / Reprodução)

Outros boatos envolvendo o BTS e um suposto apoio a Jair Bolsonaro (PL) já havia circulado anteriormente. Já esta versão da história tem circulado nas redes sociais desde a última segunda-feira (19), véspera da próxima edição da Assembleia-Geral da ONU. Nesta terça-feira (20), conforme a tradição, o presidente do Brasil fará o discurso de abertura do evento.

Buscas no Google sobre o discurso do grupo na 73ª edição do evento não identificaram qualquer registro relacionado a Bolsonaro.

Além disso, na declaração completa de Kim Nam Jun, conhecido como RM, líder do BTS, não há qualquer menção ao presidente brasileiro.

Uma publicação no Facebook com um trecho da edição de 25 de setembro de 2018 do Estúdio I, programa da Globo News, mostra que, na verdade, no rodapé da imagem estava escrito "em discurso, grupo BTS pede para jovens se aceitarem como são", e não "em discurso, grupo BTS pede para jovens se aceitarem como são".

No discurso, o grupo incentivou os jovens a se amarem, a ouvirem e falarem por si mesmos: "Então, vamos todos dar mais um passo. Aprendemos a nos amar, então agora eu te encorajo a 'falar por si mesmo'".