Assessores do PT se trancam em sala da Câmara para comemorar bolão milionário

DANIELLE BRANT, ANGELA BOLDRINI E RANIER BRAGON
BRASÍLIA, DF, 19.09.2019: PT-CÂMARA - Entrada do gabinete da liderança do PT no início da tarde de hoje. O local tem atraído a atenção da imprensa e de curiosos após um grupo de assessores e funcionários da liderança ter ganhado o bolão da Mega-Sena, na noite de ontem (18). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Um dia após ficarem milionários com um bolão da Mega-Sena, assessores do PT na Câmara dos Deputados se fecharam na sala da liderança do partido na Casa para comemorar o prêmio de R$ 120 milhões, repartido em 49 cotas.

Na sala da liderança, pela manhã, um entra-e-sai frequente de funcionários e curiosos, todos abordados por jornalistas em busca dos sortudos que vão receber R$ 2,5 milhões por cota. Do lado de fora, era possível ouvir risadas e falatório vindos do interior da sala.

Poucos se aventuravam fora da sala da liderança. Durante os 20 minutos em que a reportagem ficou no hall de entrada, pelo menos três funcionários fizeram menção de deixar o local, mas desistiram ao notar que havia jornalistas.

Parlamentares do partido também foram ao local parabenizar os novos milionários. O deputado Enio Verri (PT-PR), que chegou à liderança por volta de 10h30, brincou que estava tentando convencer os assessores a continuar no emprego. Segundo ele, nenhum deputado do partido participou do bolão vencedor.

O deputado Frei Anastácio (PB) esteve no local um pouco antes. Franciscano, disse que não joga na loteria. “Não preciso ser rico, não tenho nenhuma ganância.” Ele disse estar feliz pela vitória dos assessores, que, afirmou, são pessoas que precisam do dinheiro. “O clima está tranquilo. Tem gente trabalhando”, disse.

A notícia de que o bolão vencedor saiu da liderança do PT foi divulgada na noite de quarta-feira (18), enquanto a Câmara votava o projeto de minirreforma eleitoral, que afrouxa regras de controle e transparência dos partidos. Houve comemoração no plenário e em corredores próximos à liderança do PT.

Pelo rateio, cada um dos cotistas receberá R$ 2,5 milhões. Um motorista do partido teria adquirido seis cotas, o que significa que vai embolsar, sozinho, R$ 15 milhões. Segundo integrantes do partido, há possibilidade de haver deputados no bolão, mas ninguém confirmou a informação.

"E quando a gente ganha, a gente ganha de forma socialista, 49 cotas!", disse à reportagem um dos coordenadores da Liderança do PT, Marcus Braga, que participou do bolão com uma cota de R$ 10.

"Já estava encaminhando a papelada para a aposentadoria, são 38 anos de INSS, comecei a trabalhar aos 16 anos, então dá uma tranquilizada", afirmou Braga, 61, que momentos depois foi para o departamento médico da Casa medir a pressão arterial.

"Os assessores da liderança do PT ganharam na Mega-Sena. E eu quero aqui parabenizá-los e agradecer pelo PT ficar um mês sem liderança, sem obstruir o plenário. Vai ser uma maravilha agora a votação. E eu quero ver se o pessoal vai socializar esse dinheiro aí ou se vai ficar só na liderança", disse no plenário o deputado Kim Kataguiri (DEM-SP).

Ao que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), respondeu: "Deputado Kim, você tem que ser liberal em tudo".

O colega Aliel Machado (PSB-PR) emendou: "Me parece aqui que o PT vai mudar de orientação e não quer mais taxar grandes fortunas. Parece que o PT vai querer ficar com as fortunas. E a gestão Bolsonaro vai ter que pagar para o PT a Mega-Sena. Eu proponho até que ele [o presidente Jair Bolsonaro] faça um cheque simbólico e venha entregar pessoalmente nesta casa."

FESTA E NERVOSISMO

Na entrada do gabinete da liderança do PT o clima era de festa e nervosismo, o que em certas salas contrastava com pessoas de fisionomia séria. Alguns funcionários não participaram do bolão. "Algum de vocês ganhou? Foge que o Emídio está chegando", brincou o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), referindo-se ao tesoureiro do PT, Emídio de Souza.

"O PSL [partido de Bolsonaro] falou que vai criar uma CPI. Eu disse que bom, coloca o PSL na presidência e o PT na relatoria para investigar como o governo do Bolsonaro deu o prêmio pro PT. Que azar!", brincou o deputado José Guimarães (PT-CE).

Além da Mega, 406 apostas acertaram a Quina (cinco números) e vão levar R$ 19.407,24 cada uma. Na quadra (quatro acertos) foram 24.366 apostas ganhadoras, que receberão R$ 461,96 cada uma.

Foi o terceiro maior prêmio acumulado no ano e um dos 20 maiores da história. O maior saiu em maio, para um sortudo que apostou pela internet e levou R$ 289 milhões. Um detalhe final: os números desta quarta foram 4, 11, 16, 22, 29 e 33. Nenhum deles 13, o número do PT.