Astro de "50 Tons" desabafa sobre críticas que recebeu na franquia

·2 min de leitura
DENVER, COLORADO - NOVEMBER 10: Actor Jamie Dornan during a Q&A session before a special screening of the film
Jamie Dornan conversa com a imprensa em evento realizado em novembro de 2021 (Foto de Thomas Cooper/Getty Images)

Resumo da notícia:

  • Jamie Dornan relembrou as críticas que recebeu em "Cinquenta Tons de Cinza"

  • "Às vezes, isso é difícil para c******", desabafou o ator de 39 anos sobre a pressão da imprensa

  • O astro, no entanto, reconhece que a franquia lhe rendeu independência financeira e artística

Jamie Dornan é muito grato por ter atuado na franquia "Cinquenta Tons de Cinza". Apesar de reconhecer que a saga inspirada nos livros de E. L. James, ele reconhece que foi muito difícil lidar com os ataques dos críticos.

"Você sabe que vai ter esses filmes que são para os fãs; que os fãs vão adorar e que vão gerar muito dinheiro. Mas você sabe que os críticos estarão 'lambendo os lábios' em antecipação, e foi exatamente o que aconteceu", contou Dornan à GQ.

Actor Jamie Dornan (L) and actress Dakota Johnson pose as they arrive to attend 'Fifty Shades Freed - 50 Nuances Plus Claires' Premiere at Salle Pleyel in Paris on February 6, 2018.  / AFP PHOTO / PATRICK KOVARIK        (Photo credit should read PATRICK KOVARIK/AFP via Getty Images)
Jamie Dornan e Dakota Johnson em evento realizado em 2018 (Foto de PATRICK KOVARIK/AFP via Getty Images)

"E nós sabíamos que isso iria acontecer, então você apenas assiste a esse jogo e, às vezes, isso é difícil para c******", desabafou o ator de 39 anos, relembrando a pressão que sofreu ao estrelar uma saga tão popular - e criticada.

Na entrevista, ele chegou a dizer que se sentiu aliviado por Charlie Hunnam ter sido escalado para o papel de Christian Grey antes dele. "[Eu pensei:] 'P****, isso é ótimo, que pesadelo para aquele cara. Ele vai ter todo o escrutínio'", relembrou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus e-mails em 1 só lugar

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Hunnam, no entanto, acabou desistindo do papel, alegando ficar desconfortável com as cenas de sexo. Jamie Dornan, então, foi chamado para a saga que, apesar das críticas, lhe tornou famoso, rico e influente no cinema.

Hoje, Jamie Dorman entende que só consegue escolher os projetos de trabalho, muitos deles independentes, por causa do sucesso de "Cinquenta Tons de Cinza" (2015), "Cinquenta Tons Mais Escuros" (2017) e "Cinquenta Tons de Liberdade" (2018).  

"Acontece que cada movimento que fiz na minha carreira após aqueles filmes eu só pude fazer por causa deles (os filmes da franquia")", reconheceu o astro. 

"Porque todos os longas, como 'Belfast', 'Beyond Private' ou qualquer outra coisa independente bem recebida que fiz nos últimos cinco ou seis anos, esses longas só estão montando um orçamento, só estão sendo pagos, por causa do meu nome – porque estou em uma franquia que ganhou US$ 1,4 bilhão. É assim que funciona. É tudo parte disso. Ganhei muita coisa, então é claro que não me arrependo", finalizou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos