Astronautas chineses completam caminhada fora de futura estação espacial

·1 min de leitura
Lançamento da espaçpnave Shenzhou-13, com três astronautas a bordo, em Jiuquan, na China

PEQUIM (Reuters) - Dois astronautas chineses completaram nesta segunda-feira uma caminhada espacial do lado de fora do módulo central de uma futura estação espacial, e Wang Yaping, de 41 anos, tornou-se a primeira chinesa a realizar a manobra, noticiou a mídia estatal.

Zhai Zhigang, de 55 anos, comandante da missão Shenzhou-13, abriu a portinhola da cabine central Tianhe às 7h51 do horário de Brasília no domingo e foi acompanhado por Wang na caminhada espacial de seis horas e meia.

A dupla voltou ao módulo às 14h16, disse a CCTV. Um terceiro astronauta, Ye Guangfu, auxiliou a dupla de dentro do módulo central.

A exploração espacial tripulada seria incompleta sem a participação das mulheres, disse Yang Yuguang, vice-presidente do Comitê de Transporte Espacial da Federação Astronáutica Internacional, ao jornal estatal Global Times.

A Shenzhou-13 é a segunda de quatro missões tripuladas necessárias para finalizar a estação espacial da China até o final de 2022.

Durante a primeira das missões, concluída em setembro, três outros astronautas permaneceram na Tianhe durante 90 dias.

A missão atual, lançada em 16 de outubro, durará seis meses.

(Da redação de Pequim)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447759)) REUTERS ES

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos