Astros alertam para excesso de vaidade na Copa do Mundo e cuidado com o emocional dos jogadores; veja a previsão

A maior celebração do futebol está prestes a começar. A cada quatro anos o mundo para por um mês para ver a Copa do Mundo, que começa neste domingo, e os torcedores de cada país desejam ver sua seleção campeã. A ansiedade para saber quem vai se consagrar levando o troféu para casa e como vai ser o clima da disputa são fatos. Pensando nisso, consultamos nossa colunista Gloria Britho, que jogou Tarô, e o Personare, que analisou a Astrologia, para tentar apontar o que podemos esperar das próximas semanas.

Segundo o Personare, o mapa astral da Copa do Mundo representa o retorno e o renascimento de nações que viveram o luto da pandemia, restrições e desafios políticos e institucionais. Com Sol em Escorpião, Ascendente em Peixes e Lua em Libra, o mapa revela que o Ouro, mais do que nunca, vai para aqueles que, além do físico, estiverem com o melhor preparo psicológico e emocional, assim como resiliência, estratégia e intuição apuradas. O Ascendente em Peixes revela que teremos muitas aulas de compaixão, humanidade compartilhada e um destaque para a diversidade ao longo da competição.

Falando especificamente sobre o Brasil, a Astrologia mostra que os árbitros dos jogos serão os protagonistas e vão definir o jogo tanto quanto todo o time. Os jogadores precisam manter o equilíbrio, o senso de diplomacia e o respeito às regras do jogo para chegarem à final. O hexa pode vir se a nossa Seleção mantiver a ponderação, a técnica e o espírito de equipe. Os nossos jogadores poderão dar o show em campo se mantiverem a maturidade.

"No mapa da final, teremos o Sol em Sagitário, Ascendente em Áries e Lua em Libra. A dominância no elemento fogo revela que a força física será cobrada mais do que nunca, mas ainda com um destaque e protagonismo para os árbitros. A astrologia revela que o Ouro virá por mérito e fruto de um trabalho árduo de muito treino e dedicação. Na equipe que ganhará a Copa do Mundo 2022 já terão muitos atletas já premiados. Tudo isso indica ainda, nas previsões astrológicas para a Copa, que saberemos quem será o grande vencedor rapidamente, sem muitas prorrogações", diz a astróloga Fernanda Miguez.

Já no Tarô de Gloria Britho a carta que saiu para a Copa foi o Sol. Tudo indica que o Brasil deve chegar em grande estilo. Mas ela alerta:

"Acontecimentos imprevistos podem deixar a seleção em demasiada exposição. Entretanto, assim como o Sol brilha, ele é capaz de cegar, portanto, é preciso conter o excesso de vaidade. Cuidado com os saltos altos", afirma a colunista do EXTRA, que completa dizendo que a tendência é que o Brasil passe das quartas de finais.