Até 10% dos novos casos de Covid na França são suspeitos de serem da variante Ômicron

·1 min de leitura

PARIS (Reuters) - Os novos casos de coronavírus suspeitos de serem da variante Ômicron na França representam entre 7% e 10% dos registros, afirmou o ministro da Saúde, Olivier Veran, neste sábado.

Ele afirmou que a disseminação da variante é a principal razão para a introdução de um novo "passe de vacinação" no início do próximo ano. O documento será uma prova de vacinação para que as pessoas possam entrar em restaurantes e usar transporte público de longa distância.

Pela regra atual do passe, um exame recente negativo para Covid é suficiente para permitir que as pessoas ingressem em espaços públicos.

(Por Geert De Clercq)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos