Atacante do Boca Jrs que esteve na mira do Inter é acusado de estupro e tentativa de homicídio

O atacante colombiano Sebastián Villa, do Boca Juniors, é destaque no noticiário policial nesta sexta-feira. De acordo com o jornal "La Nación", o atleta foi acusado de estupro e tentativa de homicídio. Ainda sem data definida, ele terá que se apresentar à polícia para responder a perguntas.

Flamengo: Joia da base é esperança do clube de nova venda no 'patamar Vini Jr'

O episódio em questão teria ocorrido no dia 26 de junho do ano passado. Em depoimento, a jovem conta que Villa abusou sexualmente dela e depois tentou matá-la em sua casa na localidade de Canning, em Buenos Aires.

Vasco: O que o filho de Eurico Miranda diz sobre a SAF do clube

Ela recebeu atendimento em um hospital. Depois disso, o colombiano teria oferecido 5000 dólares para que ela não realizasse a denúncia, só feita nesta sexta. Segundo o advogado da jovem, ela só tomou esta iniciativa agora porque estava com medo.

Martín Fernandez: Presidente da CBF acerta ao propor punição esportiva em casos de racismo

Villa segue concentrado com o grupo do Boca Juniors, que no sábado enfrentará o Racing, pelo Campeonato Argentino. Esta não é a primeira vez que o colombiano aparece no noticiário policial. Em 2020, durante o confinamento provocado pela pandemia de Covid-19, sua então companheira o acusou de violência doméstica. O atacante chegou a ser afastado do elenco, mas foi reintegrado mais tarde.

Ele é conhecido do torcedor do Internacional. No início do ano, o clube gaúcho chegou a fazer uma oferta pelo atleta. Mas, de acordo com a imprensa argentina, o Boca recusou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos