Atacante de Portugal valoriza importância de CR7 e analisa o Uruguai: 'Muito forte'


O episódio com o goleiro Diogo Costa após a vitória por 3 a 2 sobre Gana foi apenas mais um exemplo da liderança de Cristiano Ronaldo em Portugal. Em sua primeira Copa do Mundo, o atacante Gonçalo Ramos ressaltou a importância de CR7 e outros veteranos no vestiário português.

+ Bruno Fernandes se destaca e CR7 bate recorde na vitória de Portugal; veja notas

- Cristiano é uma referência para nós, para muitos um ídolo. Ele comanda a equipe, mas não é o único. Temos vários jogadores, como o Bruno Fernandes e o Pepe, que são capazes de comandar e ajudarem o Cristiano a comandar a equipe - afirmou Gonçalo em coletiva de imprensa.

Realizando um sonho de criança no Qatar, Gonçalo briga por posição com Cristiano Ronaldo e André Silva no ataque da seleção das quinas. O atleta de 21 anos entrou nos minutos finais da vitória sobre Gana e falou sobre o aprendizado com os dois companheiros e como pode agregar ao time de Fernando Santos.

- Cada jogador tem suas características. Tanto eu, Cristiano e André Silva podemos aprender uns com os outros, mesmo tendo características diferentes. Eu trago mobilidade e previsibilidade nos movimentos. Qualquer um pode desempenhar a função e ajudar a equipe - disse.

+ Veja tabela e simule os jogos da Copa do Mundo

REENCONTRO COM CELESTE

Gonçalo Ramos não participou, mas Portugal e Uruguai se cruzaram nas oitavas de final da Copa na Rússia, e os uruguaios levaram a melhor no confronto. Quatro anos depois, Portugal está na frente da Celeste no grupo, e o atacante de 21 anos garantiu que a seleção portuguesa não vai jogar pelo empate.

- Uma seleção como a nossa qualidade tem que ser favorita em qualquer jogo. Nós nunca pensamos no empate, isso é o primeiro caminho para que as coisas não saiam bem - ponderou.

Uruguai x Portugal
Uruguai x Portugal

A Celeste eliminou Portugal em 2018 (Foto: ODD ANDERSEN / AFP)

Com uma vitória, Portugal pode carimbar vaga às oitavas de final do Mundial e ficar mais próximo do primeiro lugar no grupo. Mesmo assim, Gonçalo acredita que o Uruguai irá impor dificuldades.

- Importante ganhar o segundo jogo, quanto mais cedo classificarmos, melhor. A seleção do Uruguai é muito forte, perigosa - analisou.

Gonçalo Ramos também falou sobre seu relacionamento com Darwín Ñunez, ex-companheiro no Benfica e titular na Celeste, e garantiu que a equipe está preparada para enfrentá-lo.

- Darwin é um grande jogador, além de ter sido meu colega, é meu amigo. Estamos preparados para enfrentá-lo - concluiu o atacante português.