Ataque a assentamento do MST é barbárie, diz governador do Piauí

·1 min de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Presidente do consórcio de governadores do Nordeste e governador do Piauí, Wellington Dias (PT) chamou de barbárie e crueldade o ataque de homens armados a assentamento do MST na cidade de Prado, no sul da Bahia, no domingo (31).

Dias diz que o Brasil reviveu seus piores dias e fala em ação de terrorismo. "O povo nordestino, assim como toda a solidária população brasileira, repudia a violência e a intolerância contra as e os trabalhadores do campo e da cidade. Lutaremos contra os retrocessos vividos por dignidade aos nossos trabalhadores rurais", afirma o governador, em nota.

Segundo a coordenação do MST, vinte homens fizeram assentados de reféns, incendiaram dois ônibus, depredaram casas e atiraram em veículos. Não houve feridos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos