Ataque cibernético paralisa unidades da JBS nos EUA

·1 minuto de leitura
Cutting meat in slaughterhouse. Butcher cutting pork at the meat manufacturing

Algumas unidades processadoras de carnes da JBS, nos Estados Unidos, deixaram de funcionar nesta terça-feira por conta de um ataque cibernético ocorrido no fim de semana.

O ataque afetou principalmente o abate. Dois turnos do serviço precisaram ser cancelados na fábrica da JBS no Colorado. Já a JBS Beef em Cactus, no Texas, informou em sua página no Facebook que não funcionaria hoje.

Leia também:

Em Iowa, uma fábrica de suínos da empresa brasileira também cancelou os serviços de abate.

Embora não tenha se pronunciado a respeito do problema, a JBS informou que ontem o mesmo problema já havia ocorrido na Austrália. Havia suspeitas de que unidades do Canadá, Estados Unidos e Reino Unido poderiam ser afetadas.

Brent Eastwood, CEO da JBS Austrália, informou que não há previsão de normalização das operações e que autoridades australianas já estão acompanhando o caso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos