Ataque com drones teria causado incêndio em refinaria, acusa Rússia

Dois drones vindos da Ucrânia podem ter sido a causa de um incêndio que afetou a refinaria de petróleo de Novoshakhtinsk, em Rostov, a cerca de dez quilômetros da região separatista de Lugansk, no leste da Ucrânia. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (22) pelo governador da região, Vasily Golubev.

"O incêndio foi provocado por um ataque com drones contra as instalações técnicas da refinaria", afirmou o governador no Telegram. Segundo ele, que não especificou a procedência do aparelho, fragmentos de drones foram encontrados no local. O primeiro teria atingido a refinaria por volta das 5h40 GMT, e o segundo às 6h23.

Golubev afirmou que o incêndio foi controlado no final da manhã, não deixou vítimas, e os funcionários da refinaria foram retirados. Em um comunicado, o estabelecimento acusou as forças ucranianas e denunciou "atos terroristas vindos das fronteiras ocidentais", da região russa, situada a alguns quilômetros.

De acordo com Golubev, a refinaria continuará fechada até as conclusões de uma investigação para avaliar os estragos. Em seu site, a empresa se apresenta como "a maior fornecedora de produtos petrolíferos do sul da Rússia."

Um vídeo transmitido pelas redes sociais, que ainda não teve a autenticidade comprovada, mostra o drone sobrevoando uma área industrial, pouco antes de uma explosão.

A Rússia acusou a Ucrânia em várias ocasiões de executar ataques perto da fronteira desde a ofensiva lançada por Moscou no território ucraniano, em 24 de fevereiro.

(Com AFP)


Leia mais

Leia também:
Guerra na Ucrânia faz mundo bater recorde de deslocados e ‘esquecer’ refugiados da África e da América Latina
Ucrânia: Biden anuncia nova ajuda militar de US$ 1 bi e Otan discute intensificar apoio a Kiev
Rússia destrói depósito de armas e deixa ao menos 22 feridos em raro ataque no oeste da Ucrânia

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos