Ataque com gás tóxico deixa ao menos 58 mortos em cidade da Síria, diz ONG

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um ataque com gás tóxico deixou ao menos 58 pessoas mortas na cidade de Khan Sheikhoun, na Síria, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG afirma que todas as vítimas são civis e morreram quando eram levadas para hospitais da região. O gás, ainda não identificado, causou desmaios e vômitos.

O local, na província de Idlib, é controlado por grupos rebeldes.

Uma fonte das Forças Armadas da Síria disse à agência de notícias Reuters que seu exército nunca usou armas químicas "no passado e nem usará no futuro".