Ataque dos EUA destruiu 20% de aviões ativos na Síria

Imagem cedida pela Marinha americana mostra míssil lançado durante operação no Mar Mediterrâneo, em 7 de abril de 2017

O ataque com mísseis que os Estados Unidos realizou na semana passada contra uma base aérea da Síria destruiu aproximadamente 20% do poderio aéreo do governo de Bashar al Assad, assegurou nesta segunda-feira o secretário americano da Defesa, Jim Mattis.

"A avaliação do departamento de Defesa é que o ataque deixou como resultado danos ou a destruição de depósitos de munição e combustíveis, capacidade de defesa aérea e 20% de todos os aviões sírios operacionais", expressou Mattis em uma nota.

De acordo com Mattis, o governo da Síria perdeu a capacidade de abastecer ou restabelecer o armamento na base aérea de Shayrat. Inclusive, as pistas de pouso ficaram inutilizadas.

Mattis definiu o ataque como uma "resposta na medida" contra o suposto uso de armas químicas.