Ataque a faca na Universidade de Tóquio termina em três feridos

·1 min de leitura
Agentes da polícia na entrada da Universidade de Tóquio, após ataque a faca, em 15 de janeiro de 2022 (AFP/STR)

Três pessoas foram esfaqueadas do lado de fora da Universidade de Tóquio, neste sábado (15), antes de uma jornada de provas.

A polícia prendeu um estudante suspeito de cometer o ataque.

As vítimas são dois jovens, de 17 e 18 anos, em um homem, de 72, informou a polícia. Os jovens não correm risco de vida, mas o senhor ficou gravemente ferido, de acordo com a imprensa local.

"Prendemos um estudante de 17 anos suspeito de esfaquear (as três vítimas) nas costas com a intenção de matar", disse um porta-voz da polícia de Tóquio à AFP.

O estudante foi detido pela polícia na entrada da prestigiosa Universidade de Tóquio, após o ataque, acrescentou o porta-voz.

Ele não faria os exames, nem conhecia as vítimas, mas declarou aos policiais, segundo a emissora pública NHK: "Queria morrer depois de causar um incidente, porque não vou bem nos estudos".

A NHK disse que a instituição manteve a realização dos exames, conforme programado, atingindo 3.700 alunos.

Crimes violentos são raros no Japão, mas houve vários ataques a faca recentemente.

Em 31 de outubro, dia de Halloween, um feriado muito popular no Japão, a polícia prendeu um homem de 24 anos por tentativa de homicídio. Ele cometeu um ataque a faca em um trem, onde também provocou um incêndio, deixando 18 feridos.

nf/oho/es/mis/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos