Forças iraquianas retiram centenas de famílias do oeste de Mossul

Mossul (Iraque), 11 abr (EFE).- As forças iraquianas resgataram centenas de famílias dos bairros ainda controlados pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no oeste da cidade de Mossul, onde 38 pessoas foram mortas por jihadistas nesta terça-feira.

O chefe das Forças de Resposta Rápida, Zamer al Husseini, disse à Agência Efe que a Polícia matou 13 extremistas, entre eles franco-atiradores. Segundo ele, extremistas especialistas em tiro ainda permanecem nos edifícios destruídos pelos bombardeios e têm como alvo os civis.

Al Huseini garantiu que as forças iraquianas estão enfrentando membros do EI entrincheirados nos bairros do centro antigo de Mossul, que permanecem controlados pela organização.

Agora, segundo o chefe das Forças de Resposta Rápida, a batalha em Mossul é para "libertar os cidadãos, e não o território", das mãos dos terroristas. EFE