Ataques com bomba em pontos de ônibus provocam uma morte em Jerusalém

Ao menos uma pessoa morreu em duas explosões registradas nesta quarta-feira (23) em pontos de ônibus de Jerusalém, informou a polícia israelense.

A vítima fatal é um homem que ficou gravemente ferido em um dos ataques e e faleceu no hospital Shaare Zedek.

As explosões, classificadas de "ataques" pelas forças de segurança, também deixaram 14 feridos.

Uma explosão em um ponto de ônibus na saída de Jerusalém feriu 12 pessoas. Uma segunda explosão em outro ponto destruiu um veículo e deixou três feridos, de acordo com as autoridades.

Quando a polícia chegou ao local da primeira explosão, a segunda detonação foi ouvida em uma área próxima.

O movimento palestino islamista Hamas, que controla a Faixa de Gaza, "celebrou" os atentados, sem reivindicar as ações.

"É o preço dos crimes e das agressões de Israel contra o povo palestino", afirmou o Hamas em um comunicado.

Em resposta a ataques fatais contra Israel em março e abril, o exército do Estado hebreu efetuou mais de 2.000 operações na Cisjordânia.

As operações israelenses e os combates posteriores provocaram as mortes de mais de 125 palestinos, o balanço mais grave na região em sete anos, de acordo com a ONU.

jjm/cgo/hj/zm/fp