Ataques russos em Donetsk matam 23 civis, diz governador da região

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ataques russos na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, mataram 23 civis e feriram outras 27 pessoas nesta terça-feira (3), disse o governador, Pavlo Kirilenko, em publicação no Twitter. O político é aliado a Kiev, ainda que parte da região esteja tomada por tropas russas e apoiadores.

É o maior número de mortos já registrado em um dia em Donetsk desde um ataque em 8 de abril a uma estação ferroviária na cidade de Kramatorsk. Na ocasião, mais de 50 pessoas morreram.

Nas últimas semanas, as tropas russas mudaram seu foco de atuação na Ucrânia: se antes os ataques eram espalhados, atingindo massivamente Kiev e cidades do centro do país, agora o Kremlin agrupa suas forças, principalmente, no sul e no leste da Ucrânia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos