'Atenção, Sapucaí': quem é o locutor que reabrirá desfiles com famoso bordão do carnaval carioca

·2 min de leitura

Passaram-se mais de dois anos desde que a Unidos do Viradouro encerrou a noite do Desfile das Campeãs do carnaval de 2020. Desde então,foram exatos 781 dias sem disputa de campeonatos na Marquês de Sapucaí. No retorno das escolas de samba ao Sambódromo nesta noite, a primeira voz a ecoar não será de Ciganarey, intérprete da Em Cima da Hora — agremiação que abrirá os desfiles. Vanderlei Borges romperá a barreira do silêncio que se formou na avenida. “Atenção Sapucaí”, um dos bordões mais famosos do carnaval carioca, será entoado pelo locutor antes de cada um dos 21 desfiles dos grupos de Acesso e Especial.

— Minha expectativa não é diferente dos nossos amigos do carnaval. Estamos muito animados, ainda mais depois de tantas dúvidas se teríamos os não os desfiles. É um carnaval que terá a emoção acima de qualquer coisa — conta Vanderlei, que de coração torce para a Viradouro, mas garante que anuncia todas as agremiações de forma igual.

Aos 75 anos, sendo 60 deles trabalhando com locução, a voz oficial do carnaval carioca se mostra ansioso para reencontrar sua sala no Sambódromo, localizada em frente ao primeiro recuo da bateria. A preparação para os desfiles é básica: preservar a voz, beber somente água natural e pastilhas de mel e gengibre.

— Depois que o sistema de som da minha sala é desligado eu descanso e me preparo para a próxima — diz.

Além do bordão, outra marca de Vanderlei Borges é justamente essa preparação: a ficha técnica das agremiações. Foi ele que implementou em 2006, quando virou o locutor do grupo de acesso, a apresentação de alguns segmentos das escolas: do presidente de honra a rainha de bateria. Vanderlei se tornou a voz oficial dos desfiles do grupo especial em 2013 após a morte de Demétrio Costa.

— Aquela ficha técnica que utilizo, eu criei porque a apresentação das escolas eram muito simples. A intenção é valorizar os quesitos das escolas. Do presidente de honra passo pelos segmentos, e falo um trecho do enredo para mostrar ao público o que a escola vai mostrar na avenida. As pausas e entonações, como ao chamar a bateria, são todas pensadas e preparadas — explica Vanderlei.

Seu famoso bordão, no entanto, não foi criado para os desfiles. É uma adaptação da época em que o locutor trabalhava em supermercados anunciando as promoções dos produtos.

— Sou profissional de microfone há 60 anos. quando comecei bem novo gravava para carro de som, supermarcado e eu dizia o “atenção” para anunciar os produtos. Notava que algumas pessoas até se assustavam, mas conseguia realmente a atenção delas. Então quando vim para o carnaval adaptei o bordão — lembra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos