Atentado no Paquistão deixa 15 mortos

Pelo menos quinze pessoas morreram nesta sexta-feira após a explosão de uma bomba no sudoeste do Paquistão, na passagem de um ônibus que transportava peregrinos xiitas de volta do Irã, indicou a polícia.

O atentado ocorreu em Hazar Ganji, nos arredores de Quetta, capital da província de Baluchistão, localizada na fronteira entre Irã e Afeganistão, rica em petróleo e gás.

"Uma bomba explodiu na passagem de um ônibus que levava xiitas paquistaneses de Quetta para o Irã. Onze pessoas morreram, incluindo nove xiitas peregrinos e dois policiais que os escoltavam", informou à AFP Hamid Shakeel, oficial da polícia.

"Foi uma bomba ativada à distância. O dispositivo foi colocado em um automóvel e explodiu na passagem do ônibus", acrescentou.

O Baluchistão é assolado pelos conflitos entre a maioria sunita e a minoria xiita, que corresponde a cerca de um quinto dos 167 milhões de habitantes do país.

Desde o final dos anos 1980 cerca de 5.000 pessoas morreram vítimas da violência confessional.

Esta província tem grandes reservas de petróleo e gás, mas é uma das regiões mais pobres do Paquistão, afetada desde 2004 por uma rebelião separatista que reivindica maior autonomia e maior acesso às riquezas geradas pelos hidrocarbonetos.

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias