Atentado na Turquia deixa oito mortos e 50 feridos

Bombeiros e policiais cercam a área da explosão

Pelo menos oito pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas em um atentado com carro-bomba ocorrido nesta segunda-feira na cidade de Gaziantep, sudeste da Turquia, indicaram fontes de segurança locais.

A forte explosão ocorreu próximo a uma delegacia de polícia desta cidade, incendiando vários veículos, incluindo um ônibus municipal, indicaram as mesmas fontes.

A televisão exibiu imagens de veículos destruídos, enquanto os bombeiros tentavam apagar o fogo.

O sudeste da Turquia, povoado majoritariamente por curdos, é a área de ação dos rebeldes curdos do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

O PKK lançou a luta armada em 1984 para conquistar a independência do Curdistão turco, mas depois passou a exigir apenas a autonomia em relação a Ancara.

O conflito deixou mais de 45.000 mortos, segundo o Exército turco.

O PKK, acusado pelas autoridades locais por este atentado que ocorre no segundo dia do Eid el Fitr, marcando o fim do Ramadã, é considerado uma organização terrorista por vários países.

Em outro episódio de violência, dois soldados foram mortos nesta segunda na província de Hakkari (sudeste), na fronteira com Iraque e Irã, na explosão de uma mina ativada à distância em uma estrada pelos rebeldes do PKK, segundo as autoridades.