Atirador da Califórnia que matou 4 conhecia as vítimas, incluindo criança de 9 anos, diz polícia

·1 minuto de leitura
Policial Jennifer Amat concede entrevista em Orange, na Califórnia

(Reuters) - O massacre ocorrido na cidade norte-americana de Orange, na Califórnia, que deixou quatro mortos, incluindo um menino de nove anos, na quarta-feira, foi cometido por um homem de 44 anos que conhecia as vítimas, informou a polícia nesta quinta-feira, descartando a possibilidade de um ato aleatório.

As outras fatalidades foram um homem e duas mulheres, disse a tenente do Departamento de Polícia de Orange, Jennifer Amat, em uma coletiva de imprensa. Outra mulher e o atirador foram hospitalizados, acrescentou.

Autoridades identificaram o suspeito como Aminadab Gaxiola Gonzalez, morador da cidade vizinha de Fullerton, dizendo que ele entrou em uma empresa chamada Unified Homes na tarde de quarta-feira e trancou os portões com um cadeado de bicicleta.

Autoridades recuperaram uma arma semiautomática, spray de pimenta e algemas.

A matança em Orange, localizada cerca de 48 quilômetros a sudeste do centro de Los Angeles, marcou o terceiro episódio de disparos fatais nos Estados Unidos em menos de um mês.

(Por Daniel Trotta em Vista, Califórnia)