Ativista ambiental critica: "Na escola aprendemos uma visão colonial dos indígenas"

"Na escola, a gente aprende uma visão colonial dos indígenas", determina Samela Sateré Mawé, quinta convidada do podcast "Ya aí?", novo projeto do Yahoo. Para a jovem, que sente falta da discussão de pautas indígenas por políticos e candidatos, o desconhecimento dos governantes e do restante da sociedade sobre essas populações é o fruto de uma construção estrutural. "A gente não aprende nas escolas. A gente aprende uma visão colonial sobre povos indígenas. Ninguém sabe quais povos existem, quais línguas se falam, quantos povos têm. Eles não têm política nenhuma voltada para os povos indígenas", critica a comunicadora e ativista ambiental.

Ainda de acordo com Samela, isso se reflete na falta de políticas públicas voltada para os grupos originários, resultando em um processo de exclusão e marginalização. "A gente está 'acostumado', mas inconformados com isso. A gente nunca vê também a grande mídia falando sobre povos indígenas. E, quando falam, desestruturam a nossa luta, mudam a nossa narrativa, acabam compartilhando mais estereótipos. É por isso que estamos protagonizando também nossas histórias na comunicação", reflete.

O episódio "Ausência de mulheres na política" está disponível em todas as plataformas digitais, como YouTube e Spotify.

Sobre o Y aí? Podcast

Política e juventude estão completamente interligadas - isso não podemos negar. O ano de 2018 foi decisivo para essa população. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o aumento do eleitorado foi particularmente expressivo na faixa etária de jovens de 16 e 17 anos, chegando a 51%. Vale lembrar ainda que para esse público o alistamento eleitoral e o voto são facultativos.

Podemos dizer que jovens e adolescentes estão mais ligados em política? Ou eles sempre tiveram e a gente que não percebeu? Qual o papel do TikTok nas eleições deste ano? Influenciadores digitais devem se posicionar? Por que mesmo em 2022 as mulheres ocupam poucos espaços na política?

Atento a essas e outras questões, o Yahoo lançou neste semestre o podcast “Y aí?”, comandando pelas jornalistas Ailma Teixeira, Bruna Calazans, Edda Ribeiro e Gabriela Feitosa.

A ideia é bater um papo descontraído, mas de qualidade, com quem vai votar pela primeira vez nas Eleições 2022 ou que ainda não está familiarizado com o processo eleitoral. “A proposta é colocar em debate temas que são importantes neste período e ideias que precisam ser consideradas antes de apertar o ‘confirma’ nas urnas”, explica a repórter Bruna Calazans.