Ativista do Black Lives Matter é eleita para a Câmara nos EUA

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A ativista Cori Bush, membro do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam), foi eleita para a Câmara de Representantes pelo primeiro distrito de Missouri, nos Estados Unidos. Com isso, Bush se torna a primeira mulher negra a representar o estado no Congresso. "Como primeira mulher negra -e também primeira enfermeira e mãe solteira- a ter a honra de representar o Missouri no Congresso, digo o seguinte: mulheres e meninas negras, enfermeiras, trabalhadores essenciais, este é o nosso momento", disse ela na noite de terça-feira (3) em discurso a apoiadores. Considerado um estado republicano, o Missouri votou majoritariamente em Trump nesta eleição: com 98% das urnas apuradas, o presidente teve 57% dos votos, contra 41% de Joe Biden. Na Câmara, Bush deve se unir ao chamado "esquadrão", o grupo de deputadas da ala de esquerda do Partido Democrata: Alexandria Ocasio-Cortez, de Nova York, Ayanna Pressley, do Massachusetts, Rashida Tlaib, do Michigan, e Ilhan Omar, de Minnesota.