Ativistas se colam a obras de Goya em novo protesto contra crise climática

Ativistas se colaram a obras de Goya para protestar contra crise climática. Imagem: PrintScreen/ Vídeo AFP
Ativistas se colaram a obras de Goya para protestar contra crise climática. Imagem: PrintScreen/ Vídeo AFP

Resumo da notícia:

  • Ativistas do grupo espanhol Futuro Vegetal colaram as mãos nas molduras das pinturas "A Maja Nua" e "A Maja Vestida";

  • Os manifestantes escreveram a mensagem “+1,5º” entre as duas obras, em referência ao aumento da temperatura global;

  • Na última sexta-feira (4), ativistas jogaram sopa de ervilha em um quadro de Van Gogh, na Itália.

Dois ativistas do grupo espanhol Futuro Vegetal colaram as mãos nas molduras das pinturas “A Maja Nua” e “A Maja Vestida”, do pintor Francisco Goya, no Museu do Prado, em Madri, em protesto contra o aquecimento global.

Os manifestantes escreveram a mensagem “+1,5º” entre as duas obras. O objetivo seria chamar a atenção para o aumento da temperatura global.

No Twitter, a página do grupo disse: "Na semana passada, a ONU reconheceu a impossibilidade de ficar abaixo do limite de aumento do Acordo de Paris de 1,5°C da temperatura média em relação aos níveis pré-industriais".

A ação é mais uma das diversas manifestações que vêm sendo feitas pela Europa e que utilizam obras artísticas para chamar atenção para a crise climática.

Na última sexta-feira (4), ativistas do grupo italiano Ultima Generazione jogaram sopa de ervilha em um quadro de Van Gogh, em exposição em Roma, e se colaram na parede do museu.

Em outubro, duas mulheres lançaram molho de tomate em uma pintura da série “Girassóis”, também do artista, na National Gallery, em Londres.

Há duas semanas, o Ministério da Cultura da Espanha disse que reforçaria a segurança dos museus contra possíveis novos ataques.

O departamento pediu às galerias de artes para que fossem "exaustivas" em relação ao cumprimento de normas de acesso, proibindo introdução de itens e bebidas nos quartos, assim como mochilas, pacotes grandes, guarda-chuva ou objetos pontiagudos.