Atleta bielorrussa diz ter 'temido pela vida'

A corredora bielorrussa de 24 anos Krystsina Tsimanouskaya concedeu uma entrevista coletiva, nesta quinta-feira, na Polônia e afirmou ter sido forçada a deixar os Jogos de Tóquio após críticas ao governo de Belarus, afetado por uma turbulência política e pela repressão aos opositores.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos