Atletas não poderão sair da "bolha" para fazer turismo durante toda a estada para os Jogos de Tóquio

O Globo
·2 minuto de leitura

O Comitê Organizador de Tóquio 2020, o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Paralímpico Internacional (IPC) publicaram nesta terça-feira o Manual, com códigos de conduta para os atletas e para os membros de comissão técnica que estarão nos Jogos de Tóquio. O playbook, como o documento é chamado, prevê que os competidores sejam testados para Covid-19 a cada, no máximo, quatro dias. Os atletas terão uma responsabilidade maior: ser o exemplo.

Eles também terão de fazer testes antes de entrar na Vila dos atletas, mesmo para quem fizer camping de treinamento no Japão. Terão obrigatoriedade de deixar a Vila no máximo 48h após a última competição.

"É crucial que você assuma a responsabilidade pessoal por sua parte no plano. Como atletas e oficiais de equipe, vocês irão definir o padrão", diz o playbook.

As medidas visam tornar as Olimpíadas e Paralimpíadas seguras em meio à pandemia da Covid-19. As regras ainda sofrerão atualizações até julho.

Desde o início do mês, os organizadores dos Jogos estão publicando os manuais destinados a todos os integrantes do movimento olímpico e paralímpico, de forma dirigida a cada grupo.

Os atletas estarão proibidos de sair da "bolha" olímpica e paralímpica usando transporte público e frequentando bares, restaurantes, áreas turísticas, etc....O deslocamento deve ser feito apenas com o transporte oficial disponibilizado pela organização, a não ser que uma permissão especial seja concedida. No caso de jornalistas, por exemplo, esta proibição se estende apenas ao período de 14 dias de quarentena, obrigatória a todos os integrantes do movimento.

Durante as refeições, na Vila dos atletas, eles deverão manter distância de no mínimo dois metros para outras pessoas. Atletas paralímpicos cadeirantes terão de reforçar a higiene das cadeiras de rodas, uma vez que podem receber ajuda de motoristas e outras pessoas.

As regras para atletas, jornalistas e membros das federações internacionais, por exemplo, incluem algumas medidas comuns e que estão sendo adotadas pela população há quase um ano: uso de máscara, lavar as mãos sempre que possível, distanciamento social e controle de temperatura.

Eles precisarão preencher um formulário em um aplicativo específico para listar com quem eles estiveram. Sempre que uma pessoa testar positivo, todos que estiveram com ela serão testados imediatamente e isolados, sendo liberados apenas após o resultado negativo.

Todas as delegações terão um profissional responsável por monitorar o cumprimento das regras de combate à disseminação da Covid, e será necessário assinar um documento concordando com o código de conduta.

Conforme previsto, os atletas que testarem positivo serão isolados e não poderão participar de competições durante 14 dias, o que, na prática, os tirará dos JogosEles ficarão em local determinado pelo governo japonês.

Os detalhes desses protocolos ainda serão divulgados. Isso inclui como se dará a possibilidade de substituição de atletas afastados.