Atletas que vão à Copa podem gastar até R$ 1,8 mi com familiares

Cerca de 1,5 milhão de pessoas devem ir ao Catar para acompanhar a Copa do Mundo. Foto: TF-Images/TF-Images via Getty Images
Cerca de 1,5 milhão de pessoas devem ir ao Catar para acompanhar a Copa do Mundo. Foto: TF-Images/TF-Images via Getty Images

Os jogadores de futebol que estarão na Copa do Mundo do Catar terão um problema para resolver. Aqueles que quiserem hospedar seus familiares no país do Oriente Médio terão que desembolsar algo em torno de R$ 1,8 milhão de reais.

O aluguel de acomodações é muito limitado no Catar, então os preços estão subindo à medida que os proprietários tentam lucrar com o torneio.

Leia também:

Espera-se que cerca de 1,5 milhão de pessoas cheguem ao Catar, um país que tem pouco mais da metade do menor estado Brasileiro, o Sergipe. No início deste ano, acreditava-se que havia apenas 175.000 quartos e apartamentos de hotel disponíveis para os visitantes.

Em um catálogo de propriedades visto pelo jornal inglês Sportsmail e passado para a família de um importante jogador internacional, os visitantes recebem uma opção de acomodação com seis quartos no The Pearl, uma das áreas mais exclusivas do Catar.

A luxuosa acomodação oferece aos hóspedes acesso direto ao mar e está disponível para aluguel para a Copa do Mundo. A propriedade tem uma piscina privada, está totalmente mobilada e fica a uma curta distância de restaurantes, lojas de designer e instalações de entretenimento.

No entanto, não há preço de aluguel no prospecto, aconselhando-se os interessados ​​a entrar em contato diretamente com o locador para apurar o custo.

Nesse caso, o jogador em questão ficou chocado com o preço que foi cotado, mas não descartou a possibilidade de levar ao local de qualquer maneira para garantir que seus entes queridos tenham um lugar garantido e com muito conforto.

As famílias também estão analisando a opção de se ficar em Dubai e voar para as partidas. Voos regulares e relativamente acessíveis para a capital do Catar, Doha, dos estados vizinhos dos Emirados Árabes Unidos, estão sendo contratados pelos organizadores da Copa do Mundo para tentar aliviar a crise de acomodação.

Acampamentos de luxo temporários no deserto do Catar estarão disponíveis para famílias e simpatizantes, enquanto os organizadores também fecharam um acordo com uma empresa de cruzeiros para alugar dois navios que serão transformados em hotéis.