Atletas sofrem com calor de até 44ºC em Tóquio nos Jogos Olímpicos

·2 minuto de leitura
Atletas estão sofrendo com o calor em Tóquio - Foto: Ezra Shaw/Getty Images
Atletas estão sofrendo com o calor em Tóquio - Foto: Ezra Shaw/Getty Images

Às vésperas do início oficial da Olimpíada, os atletas já estão passando por uma provação física causada pelo intenso calor de Tóquio. Nesta quarta-feira, por exemplo, foi registrada temperatura de 44ºC na capital japonesa.

O calor atrapalhou os treinos de diversas delegações nas mais variadas modalidades. Os 44ºC, por exemplo, foram aferidos nas atividades das duplas do vôlei de praia na arena montada em Tóquio.

Leia também:

Por volta das 8 horas (local), os termômetros já marcavam mais de 30ºC na capital japonesa. À tarde, segundo o GE.com, a temperatura subiu para 33ºC. O alívio veio apenas no começo da noite, quando, por volta de 19 horas, a aferição registrava “só” 27ºC.

Foram vários os relatos de atletas reclamando das altas temperaturas. Entre eles, das brasileiras do skate street, que utilizaram a quarta-feira para conhecer o Ariake Urban Sports Park, onde acontecerá a disputa por medalhas da modalidade.

“O clima está bem quente. A gente já esperava isso, mas só na hora percebemos o quanto é difícil andar de skate em um calor desse. Mas todos vão ter que passar por essa situação, o que a gente precisa saber é que precisa se hidratar, controlar e vamos embora”, disse ao GE.com Letícia Bufoni.

Durante a tarde, a sensação térmica em Tóquio chegou a 37ºC, o que fez com que a organização dos Jogos distribuísse aos atletas balas de sal, para evitar quedas de pressão. A sensação de desconforto foi amplificada pela alta umidade do ar, que chegou a 50%.

No skate, atletas tiveram dificuldades com a temperatura durante reconhecimento da arena - Foto: Ezra Shaw/Getty Images
No skate, atletas tiveram dificuldades com a temperatura durante reconhecimento da arena - Foto: Ezra Shaw/Getty Images

O Comitê Olímpico Internacional (COI) admite a possibilidade de os Jogos de Tóquio serem os mais quentes de todos os tempos, mas mostrou confiança nas medidas adotadas para amenizar os possíveis danos.

“Nós todos sofremos com o calor, mas um trabalho bem detalhado foi feito pela organização e pelas federações para garantir condições adequadas de competição. Horários adequados para cada disputa, um grande trabalho logístico. Por isso tudo acho que não haverá problema”, afirmou o diretor executivo da entidade, Christophe Dubi.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos