Atlético não precisa pagar ao Botafogo caso venda Gabriel para o Bragantino

Gabriel foi revelado pelo Atlético-MG e está emprestado ao Botafogo até o fim de 2020 (Thiago Ribeiro/AGIF)

Emprestado ao Botafogo até o fim de 2020, o zagueiro Gabriel pode ter seu retorno solicitado pelo Atlético-MG tão logo termine o Campeonato Brasileiro, como prevê o contrato do jogador. E é bem possível que isso aconteça, mas não para o defensor ser aproveitado em Belo Horizonte, mas sim para ser negociado com o Red Bull Bragantino.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

A equipe do interior paulista já demonstrou interesse em Gabriel e até mesmo entrou em contato com o estafe do atleta e também com o Atlético, de acordo com informação divulgada pelos repórteres Heverton Guimarães e Léo Gomide, no programa Os Donos da Bola, da Band Minas. De volta à elite do futebol nacional, o Bragantino tem o suporte de uma grande empresa para reforçar o time. A busca é por jovens jogadores, com potencial de venda. Gabriel se encaixa no perfil desejado.

Leia também:

Caso a negociação avance, o Atlético não tem de pagar nada ao Botafogo. Gabriel está cedido ao clube carioca até o fim de 2020, algo acertado no momento em que o Galo comprou o também zagueiro Igor Rabello. Por contrato, basta que o retorno de Gabriel seja solicitado, sem ônus, seja para uma eventual venda ou até mesmo para ser integrado ao elenco.

Então, resta pouca coisa para o Botafogo pode fazer nesta situação. Iniciar uma negociação para comprar o defensor parece ser a única opção neste momento, mas com um grande problema. No contrato de empréstimo firmado no começo de 2019, os direitos federativos de Gabriel não foram fixados.

Gabriel não é o primeiro jogador do Atlético que entra na mira do Red Bull Bragantino para 2020. Antes de procurar o zagueiro, o time de Bragança demonstrou interesse em Cleiton, no fim de outubro. O goleiro é titular do Galo desde julho, quando Victor se machucou.

O presidente do Atlético, Sérgio Sette Câmara, chegou a comentar sobre a situação. Disse que estaria disposto a negociar seu goleiro por 25 milhões de euros. No entanto, com base no contrato em vigor, a multa para tirar Cleiton da Cidade do Galo vai cair para R$ 37 milhões nos próximos meses. Para que isso não aconteça, é preciso que o jogador renove o vínculo com o Atlético.

Veja mais sobre futebol mineiro no Blog de Victor Martins

Siga o Yahoo Esportes

Twitter |Flipboard |Facebook |Spotify |iTunes |Playerhunter