Ato contra Bolsonaro chega ao fim no Rio de Janeiro

·1 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO , 07.09.2021 , BRASIL , Em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, manifestantes exibem cartazes em inglês contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e a favor do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Italo Nogueira/Folhapress)
RIO DE JANEIRO , 07.09.2021 , BRASIL , Em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro, manifestantes exibem cartazes em inglês contra o STF (Supremo Tribunal Federal) e a favor do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Italo Nogueira/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Terminou às 12h no centro do Rio o ato que reuniu manifestantes contrários ao presidente Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira (7).

Após concentração na rua Uruguaiana, os manifestantes seguiram às 11h em direção à Praça Mauá. No trajeto, eles chamaram o presidente de genocida e entoaram gritos de fora Bolsonaro.

Quando o ato chegou à Praça Mauá, representantes de movimentos sociais e de partidos de esquerda, como PT e PCO, subiram em um trio elétrico para discursar contra o mandatário.

Embora a maioria usasse máscara, os manifestantes se aglomeraram em diversos pontos.

Segundo os organizadores, o ato reuniu 25 mil pessoas. A PM ainda não divulgou números. Pelo menos 20 policiais acompanharam a manifestação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos