Ato tem gritos contra Lula e gera lentidão no trânsito no RJ

ITABORAÍ, RJ, 01.11.2022 - Polícia Rodoviária Federal (PRF) desbloqueia rodovia BR-493, no bairro Manilha, em Itaboraí (RJ). Grupo de caminhoneiros bolsonaristas tinham bloqueado a pista nos dois sentidos. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
ITABORAÍ, RJ, 01.11.2022 - Polícia Rodoviária Federal (PRF) desbloqueia rodovia BR-493, no bairro Manilha, em Itaboraí (RJ). Grupo de caminhoneiros bolsonaristas tinham bloqueado a pista nos dois sentidos. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHARPESS) - Um ato de caminhoneiros nesta terça-feira (1°) tem buzinaço e gritos contra o vencedor das eleições presidenciais, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e provoca lentidão no trânsito em trecho da BR-493 próximo à UPA de Manilha, no município de Itaboraí, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Sob chuva fina, o grupo permanecia no local por volta das 13h. Veículos circulavam nos dois sentidos da via, mas em velocidade lenta devido à presença dos manifestantes às margens da estrada.

Alguns, inclusive, pisavam dentro da pista. O grupo era observado por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), que também orientavam o fluxo dos veículos. Pelo menos duas viaturas da PM (Polícia Militar) estavam estacionadas no local.

"Lula, ladrão, seu lugar é na prisão", gritaram os presentes pelo menos duas vezes.

Com camisetas e bandeiras do Brasil, os caminhoneiros comemoravam a cada som de buzina de veículos que passavam pelo local.