Bernard Cribbins, de "Doctor Who", morre aos 93 anos

Bernard Cribbins na Waterloo Station, em Londres, no trem usado no filme
Bernard Cribbins na Waterloo Station, em Londres, no trem usado no filme "Railway Children". (Foto: Anthony Devlin/PA Images via Getty Images)

O ator Bernard Cribbins, mais conhecido por ter interpretado Wilfred Mott, o avô de Donna (Catherine Tate) em “Doctor Who”, morreu aos 93 anos. A informação foi confirmada pelo agente do artista ao site “Variety”, que não informou a causa da morte.

"O amado ator Bernard Cribbins morreu aos 93 anos. Sua carreira durou sete décadas com um diverso trabalho variando de filmes como 'The Railway Children' e a série 'Carry On', o hit dos anos 1960 'Right Said Fred', o notório convidado de 'Fawlty Towers', e narrando 'The Wombles'”, diz o comunicado.

"A contribuição de Bernard para o entretenimento britânico é inquestionável. Ele era único, tipificando o melhor de sua geração, e fará muita falta a todos que tiveram o prazer de conhecê-lo e trabalhar com ele", finalizou o texto. A nota também noticia que a atriz Gillian McBarnett, com quem Cribbins foi casado por 66 anos, morreu em 2021.

Nascido em Oldham, na Inglaterra, o ator Bernard Cribbins dedicou oito décadas de sua vida à carreira artística. Antes de interpretar Mott na famosa série de viagem no tempo, o ator britânico participou de “Coração Bate Mais Forte” (1970) e foi o narrador da série “The Wombles” (1973-1975).

Ele também participou de “Jackanory” (1966-1995), clássico da TV infantil inglesa. No cinema, ele esteve em produções como “Casino Royale” (1967) e “Frenesi” (1970), dirigido por Alfred Hitchcock.

Em 2011, o ator Bernard Cribbins foi homenageado com a Excelentíssima Ordem do Império Britânico por suas contribuições à arte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos