Ator David Cassidy, de "A Família Dó-Ré-Mi", morre aos 67 anos

Por Daniel Trotta e Alex Dobuzinskis
Ator David Cassidy posa para fotos em Londres 23/10/1995 REUTERS/Andrew Shaw

Por Daniel Trotta e Alex Dobuzinskis

(Reuters) - O cantor e ator David Cassidy, que conquistou muitos corações adolescentes nos anos 1970 como astro do programa de televisão "A Família Dó-Ré-Mi", morreu na terça-feira, aos 67 anos, informou seu agente.

Cassidy, que foi diagnosticado com demência após os 60 anos, estava internado em um hospital na Flórida desde o fim de semana e sucumbiu à falência dos órgãos. O ator morreu na unidade de terapia intensiva do hospital, afirmou seu agente, Jo-Ann Geffen, em entrevista por telefone.

Geffen divulgou um comunicado da família do ator que dizia que Cassidy morreu cercado de entes queridos "com alegria em seu coração e livre da dor que o acometeu por muito tempo".

Com cabelo preto na altura dos ombros, olhos castanhos claros e um visual que imitava o de muitos astros do rock da época, Cassidy foi escolhido aos 19 anos para atuar em "A Família Dó-Ré-Mi" devido ao apelo sexual que exercia sobre meninas, e não por sua voz. Mas, quando os produtores da série descobriram seu talento, Cassidy se tornou o cantor principal da banda da família.

Ele viveu o adolescente Keith Partridge, cuja mãe viúva --interpretada por sua madrasta, Shirley Jones-- formou uma banda de música pop com seus filhos, viajando para se apresentar em um ônibus multicolorido.

A série produziu diversas músicas de sucesso, incluindo "I Think I Love You", que chegou à primeira posição da parada Billboard em 1970, ano de estreia do programa.