Ator gay de 'Malhação' é bem resolvido com sexualidade: 'Sou mesmo muito mulherzinha e me orgulho'

Pedro Vinícius vive um personagem gay bem resolvido em “Malhação, Vidas Brasileiras” (Reprodução/ Instagram/ @pedroviniciusmb)

Aos 18 anos, Pedro Vinícius vive seu primeiro papel na TV Globo. O ator paraibano interpreta Michael, um personagem gay bem resolvido em “Malhação, Vidas Brasileiras”. Em entrevista ao jornal “Extra”, Pedro garantiu que tal qual o personagem, não tem problemas com sua sexualidade, e adora usar salto alto e roupas consideradas de mulher. “Já me ‘montei’ algumas vezes. Há pessoas que estranham bastante, e me olham com cara de reprovação, mas eu já encarei a realidade que eu não agradarei a todos“, afirmou ele.

Pedro Vinícius revelou que sofreu bastante preconceito na época de escola, mas isso não afetou sua segurança. “Eu me sinto muito privilegiado por não ter passado por uma agressão física tão forte, uma vez que eu vivo num dos países que mais mata pessoas LGBTQ’s, estar vivo e poder falar sobre isso é um privilégio. Já fiquei no meio de uma roda em que meninos me xingavam, já tive meus livros arrancados da minha mão e jogados no chão, seguido da frase ‘eu vou te ensinar a ser homem’, bem como já tive ‘amigos’ que se ofereceram para me ensinar a andar e falar como homem, porque para eles, tudo o que eu fazia, era muito ‘mulherzinha’. E eu sou mesmo muito mulherzinha, bichinha, afeminado, viadinho. Tudo isso eu sou, e me orgulho“, garantiu ele.

Leia mais:
De férias na Disney, Jojo Todynho ostenta carrão de R$ 200 mil
Marília Mendonça recebe ameaças após entrar na campanha contra Bolsonaro

O ator também falou sobre a repercussão do personagem de Malhação, e revelou que teve medo de sofrer ataques homofóbicos. “Quando comecei com o Michael, por causa da exposição, eu confesso que tive muito medo de sofrer ataques homofóbicos pela internet e nas ruas. Sei que fazendo o Michael ou não, infelizmente, a LGBTfobia é uma violência que faz parte da minha realidade, assim como faz parte de tantas outras pessoas. Mas, por enquanto, nunca sofri algo nas ruas. E fico feliz que todas as vezes que me pararam foi para tirar fotos e receber elogios pelo personagem”, contou Pedro Vinícius.