Ator que ganhava vida como Saci morre no Rio

Segundo amigos, Ornelas Filho, de 61 anos, sofria de câncer

O ator Ornelas Filho, de 61 anos, morreu na manhã desta quarta-feira, dia 4, no Hospital Souza Aguiar, no Centro. O artista ficou conhecido por viver um dos Sacis do elenco secundário da primeira versão do ''Sítio do Picapau Amarelo'', exibida em 1977 na Globo e, posteriormente, interpretar o personagem lendário em apresentações de teatro e circo pelo Brasil.

— Ele vivia das aparições como Saci, já que não tinha uma das pernas. Até fazia outros personagens, mas o que vendia mais era o Saci. Ele fez shows em circos, clubes... Andava para lá e para cá como Saci. Ele só veio a ter uma perna mecânica recentemente, um presente do Stepan Nercessian — conta o amigo Limachem Cherem, diretor de circo do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos (Sated-RJ).

Em nota, o Sated lamentou a morte do artista, definindo-o como um ''grande amigo e companheiro de jornada''. Segundo amigos próximos, Ornelas enfrentava um câncer e, antes do carnaval, esteve duas vezes no hospital. Ele estava internado no Souza Aguiar desde a última segunda-feira, dia 2.

— Ele não falou para gente que estava doente, mas percebemos que estava emagrecendo e que não tinha condições de ficar em casa — conta Mario Cesar Nogueira, ator, diretor e um dos diretores do Sated-RJ, que Ornelas integrava também como parte da diretoria.

Além de ter interpretado um dos sacis do elenco secundário do ''Sítio do Picapau Amarelo'', Mário conta que Ornelas fez participações nas novelas ''Velho Chico'' e no extinto ''Linha direta'':

— O principal Saci era o Romeu Evaristo. O Ornelas era um dos sacis do núcleo secundário e fez parte da Sacizada, um dos episódios mais engraçados do seriado — relembra.

Em 2017, Ornelas foi convidado pelo EXTRA para uma entrevista como Saci. Na ocasião, ele opinou sobre política e corrupção no Brasil.