Atrasos de Tarcísio geram piada sobre multas dadas por Doria por falta de pontualidade

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 01.01.2023 - O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 01.01.2023 - O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos). (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Atrasos do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), nos últimos dias renderam piadas de parlamentares, que lembraram da política de João Doria (sem partido) de multar os secretários que chegavam fora de horário.

Neste domingo (1º), ele chegou à sede da Assembleia Legislativa de São Paulo aproximadamente dez minutos após o horário marcado para começar a cerimônia.

Em uma roda de deputados e outros políticos aliados que aguardavam a chegada de Tarcísio para recepcioná-lo, o comentário era o de que o novo governador já começaria perdendo um naco do salário. A multa estabelecida por Doria era de R$ 400.

O deputado estadual reeleito Itamar Borges (MDB), que foi secretário da Agricultura de Doria, participava da conversa e disse que nunca recebeu multa do governador por atrasos.

Nesta segunda-feira (2), a primeira reunião dele com o secretariado durou uma hora mais do que o previsto e implicou em atraso em entrevista coletiva que daria a jornalistas.