Atriz de "The Flash" diz que emissora não se esforçava para conter fãs racistas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Candice Patton no tapete vermelho do E! People's Choice Awards 2019 em Santa Monica, Califórnia. (Foto: Jon Kopaloff/FilmMagic)
Candice Patton no tapete vermelho do E! People's Choice Awards 2019 em Santa Monica, Califórnia. (Foto: Jon Kopaloff/FilmMagic)

A atriz Candice Patton estrela a série “The Flash” desde 2014, quando se juntou ao elenco como Iris West, interesse amoroso do velocista da DC na TV, mas seu relacionamento com os fãs nem sempre foi fácil. Em entrevista ao “The Open Up Podcast”, a artista revelou que a emissora CW e a Warner Bros. TV não possuem protocolos para conter os ataques racistas que o elenco sofre de parte do público.

“Agora as pessoas entendem como os fãs podem ser racistas, especialmente no gênero [filme e TV], mas na época era tipo, ‘É assim que os fãs são, tanto faz'”, contou Patton, em trecho repercutido pela Variety. “Mesmo com as empresas com as quais eu trabalhava, The CW e WB, essa era a maneira de lidar com isso. Sabemos melhor agora. Não está certo tratar seu talento dessa maneira, deixá-los passar por abuso e assédio.”

Depois de oito temporadas da série, Candice afirma que muita coisa mudou desde então nas empresas. “Para mim, em 2014, não havia sistemas de apoio. Ninguém estava cuidando disso”, relatou a artista. “Era ser abusada todos os dias ao ar livre. Não havia protocolos de mídia social para me proteger, então eles deixaram todas essas coisas paradas lá.”

Os casos eram tão constantes e intensos, que Patton considerou deixar a série na segunda temporada. “Não é o suficiente para me fazer sua protagonista e dizer: 'Olhe para nós, somos tão progressistas, nós verificamos a caixa.' É ótimo, mas você me colocou no oceano sozinha em torno de tubarões. É ótimo estar no oceano, mas posso ser comido vivo aqui”, lamentou ela

Em seguida, a atriz acrescentou: "Toda vez que você contrata uma minoria de qualquer tipo, você precisa estar preparado para protegê-la. No mundo real, não estamos protegidos. Então, só porque você nos coloca em um cenário chique de Hollywood, com cabelo e maquiagem e você assume que estamos seguros, não estamos seguros.”

“Se eu for parado às 2 da manhã em Jackson, Mississippi, por um policial branco, você acha que ele se importa que eu seja Candice Patton de ‘The Flash’? Não importa”, disse Patton. Por fim, ela completou: “Ainda precisamos de proteção porque o mundo nos vê de uma certa maneira. Quando eu piso em um set e todos que trabalham ao meu redor são brancos, eu não estou protegido e nunca estarei protegido. E isso não quer dizer que todos tenham más intenções, mas eles têm pontos cegos. Isso pode contribuir para o meu mal. Tem sido uma experiência de aprendizado para empresas e produções.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos