ATUALIZADA - Chacinas deixam dez mortos em intervalo de uma hora em São Paulo

MARTHA ALVES

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ao menos dez pessoas morreram em duas chacinas nas zonas norte e sul de São Paulo em um intervalo de uma hora entre o final da noite de terça (4) e a madrugada desta quarta-feira (5). Não há informações sobre possível ligação entre os crimes.

O primeiro ataque aconteceu por volta das 23h30, em um bar na rua João Lucas Alves, região do Jaçanã (zona norte). Ao todo, nove pessoas foram baleadas na frente e dentro do estabelecimento, sendo que seis morreram.

Segundo o boletim de ocorrência, dois homens passavam em uma moto Honda Twister de cor prata pela rua Antônio Sérgio de Matos, quando um deles atirou diversas vezes em direção ao bar. Sidnei Rodrigues Cordeiro, 38, que estava na frente do estabelecimento, foi atingido.

Um dos suspeitos então desceu da moto e entrou no imóvel, seguindo para o banheiro, onde cinco homens se escondiam dos tiros. Todos foram baleados. Outras três pessoas foram feridas e encaminhadas a hospitais da região.

Além de Cordeiro, morreram também no ataque Valdir Ferreira de Souza, 46, Adriano dos Anjos Silva, 39, Wellington Claudino de Souza, 35, Gilmar Vieira da Silva, 39, e Luiz Fernando Ramos, 39. Ninguém foi preso pelo crime.

Na região do Campo Limpo (zona sul), dois homens em uma moto Honda XRE também dispararam vários tiros contra quatro pessoas, por volta da 0h. Após o crime, os criminosos fugiram.

Uma das vítimas, identificada como Wizmael Dias Correia, 19, estava em uma moto com um amigo, quando percebeu que estava sendo seguidos por uma outra motocicleta. Assustado, Correia desceu do veículo na rua Carualina, onde foi atingido por dois tiros no rosto disparados por um dos ocupantes da outra moto.

Outras três pessoas foram baleadas na rua Professora Nina Stocco, a cerca de 500 metros do outro ataque. Uma das vítimas levou um tiro na mão, e contou aos policiais que tinha parado para pedir informações durante uma entrega de pizza, quando duas pessoas passaram em uma moto atirando.

Kayke Santos Moreira, 20, estava no local no momento dos disparos e também foi atingido, morrendo antes da chegada do socorro. Vinícius Aparecido Paula Guedes, 19, também ficou ferido e morreu no hospital.

De acordo com nota oficial do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), as chacinas estão sendo investigadas.

"O DHPP investiga as duas ocorrências de homicídios múltiplos, que aconteceram na noite de terça-feira (4), no Jaçanã e no Campo Limpo. Na primeira, seis pessoas morreram e outras três foram socorridas à hospitais da região. Já na ocorrência da zona sul, três pessoas morreram, uma ficou ferida e outra saiu ilesa. Policiais estão nas ruas a fim de coletar provas que ajudem na identificação dos criminosos."