ATUALIZADA - PF pede deportação de alemão de aeroporto

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O alemão Stephan Brode, 44 anos, que vem agredindo pessoas no aeroporto internacional de Guarulhos (Grande SP), deve ser deportado. O prazo para que permanecesse legalmente no Brasil venceu ontem.

Segundo reportagem da Reuters, deve começar hoje o processo para a deportação. A Polícia Federal deverá encaminhar o pedido à Justiça Federal, que decidirá, em até 30 dias, se ele será conduzido coercitivamente ao país.

Ontem, câmeras de segurança flagraram Brode agredindo a tapas uma mulher. O alemão vive no aeroporto há três meses, após perder uma conexão para Nova York e não ter grana para remarcar o voo. Sem comida, ele revira lixos e espalha sujeira. Ao "Jornal Hoje", da TV Globo, Brode negou agressão. "Não sou boxeador", disse.

A administração do aeroporto diz que não tem poder de polícia, mas que o monitora e reporta casos aos órgãos competentes. O consulado da Alemanha diz que cuida do caso, não divulga dados sobre Brode.