ATUALIZADA - Príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, abandona a vida pública

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Aos 95 anos, o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, deixará a vida pública, anunciou nesta quinta-feira (4) o Palácio de Buckingham.

O príncipe ainda tem eventos em sua agenda até agosto e deixará de aceitar convites para novos compromissos, aposentando-se integralmente em setembro.

Segundo comunicado divulgado pela família real, Philip tem "total apoio da rainha" em sua decisão. A mensagem também informa que Elizabeth 2ª, 91, seguirá com sua agenda normalmente. Eles irão comemorar seu 70º aniversário de casamento em novembro.

O príncipe, que também atende pelo título de duque de Edimburgo, tem uma das agendas mais movimentadas entre os membros da família real –em 2016, ele participou de eventos oficiais em 110 dias do ano. Além disso, Philip é presidente, membro ou apoiador de 780 organizações beneficentes.

Nos últimos anos, Philip desenvolveu problemas de saúde e passou por tratamentos no coração, no abdômen e na bexiga.

Após o anúncio da aposentadoria de Philip, a primeira-ministra britânica, Theresa May, ofereceu ao príncipe a "mais profunda gratidão e votos de felicidade". "Sua contribuição para o Reino Unido (...) e o resto do mundo será muito valiosa pelos próximos anos."

O líder do opositor Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, desejou ao duque "o melhor em sua aposentadoria merecida". "Ele dedicou sua vida a apoiar a rainha e nosso país com um senso nítido de dever público."