Audiência pública para debater remoção de 340 árvores na Tijuca é marcada para esta quinta-feira

·2 minuto de leitura

Está marcada para esta quinta-feira, às 10h30m, a audiência pública para discutir a remoção autorizada pela prefeitura de 340 árvores de um terreno localizado na Rua Homem de Melo 169, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, para a construção de um prédio residencial de 240 apartamentos. A sessão, que acontecerá no formato híbrido, será realizada pela Comissão Especial dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Câmara, e discutirá o desenvolvimento sustentável no bairro da Tijuca.

A remoção, que começou no dia 31 de agosto, é realizada pela empresa de engenharia ambiental Biovert Florestal e Agrícola, contratada pela imobiliária Opportunity Fundo de Investimento Imobiliário. Segundo a prefeitura, a retirada das árvores é autorizada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAC), que exigiu o replantio de 18 espécies da Mata Atlântica na área do terreno e a proteção de 62 espécies, além do replantio de 2.805 árvores. A Biovert afirmou que está já realizando o levantamento para a plantação de novos arbóreos futuramente.

A retirada dos arbóreos foi paralisada na sexta-feira, dia 3, segundo o que diz Marcelo de Carvalho da Silva, engenheiro ambiental e sócio da Biovert, por causa da manifestação dos moradores, que aconteceu em frente ao endereço da obra no mesmo dia. A previsão era que a conclusão da remoção fosse retomada na quarta-feira, 8, depois do feriado. Mas, por causa de novos protestos, as últimas 15 árvores das 340 permanecem lá até hoje.

Essa segunda-feira, mais uma manifestação aconteceu na Rua Homem de Melo. Moradores e simpatizantes do bairro levaram banners com frases como "Não matem as nossas árvores" e "Ajude a preservação e diga NÃO ao desmatamento desenfreado na Tijuca".

Em nota, a Opportunity diz que está realizando um planejamento para as últimas 15 árvores, que exigem um tratamento adequado. Quanto a audiência, a imobiliária diz que não tem informações. Mas, uma vez convocada, comparecerá para prestar todos os esclarecimentos. A empresa também reitera que dispõe de todas as licenças dos órgãos competentes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos