Augusto Heleno recusou convite de Bolsonaro para assumir a Casa Civil antes de Braga Netto ser cogitado

Naira Trindade e Gustavo Mai
O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno

BRASÍLIA - Na busca por um nome para substituir Onyx Lorenzoni na Casa Civil, o presidente JairBolsonaro convidou na semana passada o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, para assumir o cargo. Heleno, no entanto, recusou.Segundo fontes do Palácio do Planalto, a negativa se deu porque Heleno, que é general da reserva do Exército, sente-se à vontade no posto que ocupa desde o início do governo.