Aumento do Auxílio Brasil surte efeito apenas entre bolsonaristas, aponta pesquisa

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Aumento do Auxílio Brasil, aprovado no governo Bolsonaro, tem como objetivo aumentar a popularidade do presidente (Foto: Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Aumento do Auxílio Brasil, aprovado no governo Bolsonaro, tem como objetivo aumentar a popularidade do presidente (Foto: Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

O aumento do valor do Auxilio Brasil pode aumentar as chances de reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL): 24% dizem que as chances de votar em Bolsonaro aumentam. No entanto, a maior parte dos eleitores que expressam a opinião são aqueles que já votariam pela reeleição do atual presidente.

A pesquisa Genial/Quaest, divulgada nesta quarta-feira (3), questionou os eleitores: com o aumento do Auxílio Brasil, suas chances de votar em Bolsonaro aumentam, não mudam ou diminuem?

  • Aumentam: 24%

  • Não faz diferença: 46%

  • Diminuem: 28%

No entanto, ao segmentar as respostas, o levantamento aponta que entre eleitores de Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT), as chances aumentam para uma parcela pequena: 10% entre os que votam no petista e 12% entre os que devem votar em Ciro.

Entre aqueles que já votariam em Jair Bolsonaro, 49% dizem que as chances aumentam e 47% afirmam que não faz diferença.

Veja o recorte por candidato

Entre quem declarou voto em Lula

  • Aumentam as chances: 10%

  • Não faz diferença: 41%

  • Diminuem as chances: 47%

Entre quem declarou voto em Bolsonaro

  • Aumentam as chances: 49%

  • Não faz diferença: 47%

  • Diminuem as chances: 3%

Entre quem declarou voto em Ciro Gomes

  • Aumentam as chances: 12%

  • Não faz diferença: 55%

  • Diminuem as chances: 31%

O pacote de bondades, conhecido como PEC Kamikaze, tem como objetivo aumentar a popularidade do presidente, que busca a reeleição e aparece atrás de Lula nas pesquisas eleitorais. Em agosto, benefício passará de R$ 400 para R$ 600.

A pesquisa Genial/Quaest entrevistou 2.000 pessoas entre os dias 28 e 31 de julho. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O levantamento está registrado no TSE com o número BR-02546/2022.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos