Auschwitz: libertação do campo de concentração nazista completa 77 anos

·4 min de leitura
Há 77 anos, em 27 de janeiro de 1945, soldados do exército vermelho passaram pelo portão com uma placa escrito
Há 77 anos, em 27 de janeiro de 1945, soldados do exército vermelho passaram pelo portão com uma placa escrito "O Trabalho Liberta", em Auschwitz. (Foto: Getty Images)

Nesta quinta-feira (27), é celebrado o Dia Internacional em Memória ao Holocausto. Há exatos 77 anos, em 27 de janeiro de 1945, aconteceu a libertação do maior campo de extermínio de judeus pelo regime nazista, em Auschwitz

Neste dia, o exército vermelho passou pelo portão com uma placa escrito "O Trabalho Liberta", mas sequer haviam contabilizando as 1,5 milhões de vidas perdidas do local. Durante todo o período da ll Guerra, cerca de 5,5 milhões de judeus foram assassinados.

De dentro do campo saíram a face dos horrores da guerra: seres humanos esqueléticos, dos quais poucos conseguiam ficar de pé, mentalmente instáveis e cobertas por ferimentos devido às sessões de tortura.

Cerca de sete mil pessoas sobreviveram, 500 delas ainda crianças e muitas que haviam sido cobaias para experiências científicas do exército. Vale ressaltar ainda que o local era um segredo do Estado que veio à tona.

Nas redes sociais, diversos usuários fizeram questão de relembrar a data. Além disso, as hashtags Holocaust Memorial Day e We Remember ficaram entre alguns dos assuntos mais comentados da tarde.

"Hoje completam 77 anos da libertação do campo de concentração de Auschwitz, dando fim ao horror que os prisioneiros ali passaram nas mãos dos nazistas. Isso nunca mais deve se repetir, um dos momento mais sombrios da nossa história", pontuou um.

"No dia de hoje há 77 anos Auschwitz foi liberado. Por isso, Dia 27 de janeiro é o Dia Internacional da Memória do Holocausto. Hoje, entender como aquilo foi possível é mais importante do que lembrar daquilo. Derrotado em 1933, o nazismo não produziria Auschwitz em 1941. Entendamos", escreveu outro.

"27 de janeiro, há 77 anos os soviéticos resgataram os poucos prisioneiros ainda vivos de Auschwitz. Hoje milhões relativizam os crimes nazistas ou até mesmo negam que foram cometidos", lamentou o terceiro.

"Hoje completam-se 77 anos da libertação de Auschwitz.

Lembramos os horrores do nazismo (ultra-direita) para que nunca mais se repita", disse o quarto.

"Há 77 anos, em 27/01/1945, o Exército Soviético libertou o campo de concentração de Auschwitz. Por isso, hoje é comemorado o Dia Internacional da Lembrança do Holocausto. Vivemos tempos sombrios, de crescimento de ideias neonazistas. Memória é importante para que não se repita!", ressaltou, por fim, o deputado Ivan Valente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos